Postagens

Pitacos sobre... Cracolândia

Cracolândia volta para as proximidades da Estação da Luz. Praça Princesa Isabel sendo limpa assim que eles saem, permitindo que os comerciantes fiquem "em paz", sem "dejetos humanos" por perto.

Significa que Dória está tendo seu primeiro grande fracasso? Significa.
Significa que vão tentar enxotá-los de novo? Significa.
Significa que dará errado, de novo?
(...)

Novo padrão...

De vez em quando a gente tem que mudar, não é mesmo?

Prosa: Explica muita coisa

- Vamos tomar o governo, lutar pelo povo, fazer a revolução?
- Mas tá frio...
- Mas é imperativo, esse bando de corruptos, safados, sem vergonhas...
- MAS TÁ FRIOOOOOOOOO ...
- Mas é o futuro do nosso país que está em jogo? Você não percebe isso? O futuro do país, dos nossos filhos, NOSSA SOB..
<<< SLAP!!! >>>
- Que parte do "tá frio E EU NÃO QUERO SAIR NESSA CHUVA" você não entendeu?
fps, 22/05, 12:18

Reflexões a respeito da reforma política, a que nunca sai mas todo mundo acha necessário

Dois grandes grupos costumam se levantar contra as listas fechadas propostas pelo grupo que está tratando da reforma política: o primeiro é o baixo clero, porque eles tem voto suficiente para se manter no "meio" da lista e se eleger com os próprios votos. Embora sejam justamente estes os que mais usem da "política pequena", aquela que privilegia o interesse de uns poucos em detrimento do desenvolvimento do país, dá para entendê-los se pensarmos na luta pela sobrevivência.
Já o segundo grupo faz isso por uma mistura de ingenuidade e cinismo: são aqueles que defendem o voto distrital puro, achando que o país será dividido em 513 distritos de igual tamanho, que o Acre vai eleger um deputado (e São Paulo, 110) e que nesse sistema, oriundo da República Velha e que TODO MUNDO sabe que facilita a existência de "vereadores federais", o eleitor vai escolher com lupa o mais honesto e correto - e não quem comprar seu voto com fardamento ou consulta ao dentista, ou,…

Poesia (ou prosa?): Porque a Revolução nunca aconteceu no Brasil?

Imagem
Quando a Independência ocorreu, foi assim:  o senhor distinto que estava em viagem se indignava,  o regente rasgava as cartas enquanto se arrumava, e o caboclo, distante, a tudo observava.
Mas não concordava. Nem discordava. E cuidava da vida.
Quando a República foi proclamada,
com a procissão pelas ruas anunciando o novo dia, e o novo Presidente saudando o imperador que ia, o ex-escravo, por perto, em tudo assentia.
Mas não concordava. Nem discordava. E cuidava da vida.
Quando Getúlio ameaçou invadir o Catete, e proclamou o Estado Novo pela Rádio Nacional o trabalhador ouvia o discurso, embebido pela cal, e a dona de casa esperava pela novela.
Mas não concordava. Nem discordava. E cuidava da vida.
Quando os militares anunciaram novos tempos, baixaram o Ato, sentaram o cacete em nome da Revolução. Mas o cara do povo, pacato e nobre cidadão, se embasbacava com os 10% de crescimento, o milagre.
Mas não concordava. Nem discordava. E cuidava da vida.
Veio a Nova República, desforra, a &q…

Poesia: Plantão

Imagem
"É o Plantão, no ar, com as notícias do dia" ...
Corre, corre, corre, sua. Chora.
Colo, colinho.
Chão. 
Bebê que não para. Lindinha da mãe.
Corre, corre, corre, chuta, bate.
Chora.
Colo, não quer, colo, não quer!!!
Chão.
Anda, para, vai, desenha, pega caixa.
Corre, corre, corre, corre com a caixa.
Cai no chão.
Chorinho, chorinho... CHORÃO!!!!
Colo, colo, colo. Sem parar, mais colo.
Naninha.
Colo, aguinha. Quarto.
Cozinha (chorinho ao fundo).
Armário, lata.
"Preparado especialmente para crianças de 6 meses a 2 anos".
Fogo. Mamadeira, água, pó. Chooc, chooc, chooc.
Leite. 
Glub, gloob, glub.
ZZZZZZZ ...

- E as notícias, que coisa... você viu que o presidente renunciou? - (zzzzz) Não.
- Mas como não? Você não vê o "Plantão"? Que alienada....
fps, 18/05/2017, 15:12



Reflexão vazia na calada da noite fria

Estou cansado de ver textos sem pé nem cabeça, que começam de forma brilhante para acabar melancolicamente em chavões.
De direita ou de esquerda. É cansativo, chato. Não cola.